29
Jan

Polícia prende acusados de matar e queimar o corpo de jovem em Morrinhos

Postado por em em Geral
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Hits: 8347

b2ap3_thumbnail_Sem-ttulo_20150129-110444_1.jpg

Os autores da morte do jovem João Chaves Neto de 22 anos que foi brutalmente assassinado nessa última semana foram presos nesta quinta-feira (29) em Morrinhos (128 km de Goiânia). As investigações apontaram que Waleff Henrique Menezes dos Santos de 19 anos, juntamente com Valdineio Santos Ferreira de 32 anos tramaram uma armadilha criminosa e se deslocaram para a cidade de Piracanjuba, onde a vítima foi abordada e levada para a cidade de Morrinhos.

A vítima e Waleff Henrique Menezes dos Santos tiveram um relacionamento amoroso e inconformado com o término da relação Waleff chegou a ameaçar João Neto de morte. Para se vingar furtou os pertences da vítima em sua residência em Piracanjuba, no dia 27 de dezembro do ano passado e no último dia 21 de janeiro deste ano resolveu roubar o veículo da vítima e matá-lo. Tudo aconteceu quando os autores se deslocaram para a cidade de Piracanjuba. Na ocasião Waleff marcou um encontro com o jovem e após se encontrarem Waleff pediu para que a vítima o levasse para a saída da cidade afirmando que um familiar estaria o esperando.

Sem desconfiar das intenções criminosas João Neto o levou próximo ao Leilão de Piracanjuba e lá foi abordado por Valdineio que já os aguardava. Valdineio deu voz de um suposto assalto para a vítima e o fez descer do carro juntamente com Waleff e nisso os dois passaram a agredir o jovem com golpes na cabeça com o macaco do veículo, fazendo com que a vítima caísse ao solo. Em seguida os dois autores colocaram a vítima desacordada dentro do porta-malas do veículo e seguiram para a cidade de Morrinhos onde o corpo de João foi abandonado em uma estrada vicinal conhecida como estrada do SIM.

Ainda no local tomaram a decisão de atear fogo no corpo da vítima e no carro ,pois o veículo estaria danificado e não serviria para ser vendido. Na manhã de quinta-feira, dia 22 de janeiro, o veículo foi encontrado queimado e no dia seguinte o corpo de João Neto foi localizado às margens da estrada parcialmente carbonizado. As investigações chegaram ao fim durante essa madrugada com a prisão dos acusados. Foi encontrado na residência de um dos assassinos roupas com manchas de sangue utilizadas na data do crime e objetos roubados da vítima. A investigação foi concluída com êxito devido aos esforços de todos os policiais da Delegacia de Polícia Civil de Morrinhos que se empenharam na busca dos autores deste homicídio que chocou moradores de toda a região.

 

FONTE: Repórter Cidades / Plantão Policial Naftali Gomes

 

Avalie esta postagem: